sexta-feira, 26 de setembro de 2008

Adeus avô


Hoje realiza-se a missa de 7º dia do meu avô.
Morreu no sábado passado e foi enterrado no domingo.Estava um dia de calor intenso em Viseu, o meu avô estava bonito, sereno e com um leve sorriso no rosto.Destapei o véu transparente dei-lhe um beijo e não pude evitar o derrame de lágrimas que teimavam em sair.
90 anos, uma idade bonita, quem nos dera a nós lá chegar.
O padre falou na vida eterna, se ele não a tiver, mais ninguém a terá, disse o meu pai. O meu avô, era uma pessoa bondosa,humilde,não fazia mal a ninguém.
Foi pai aos 33 anos e descansa na campa 33.
Assim que foi sepultado, o céu ficou nublado e o vento soprou. Queria acreditar que os espíritos andam entre nós, era um conforto para mim.

Já tinham morrido dois avós meus maternos, não fui ao funeral porque me sentia muito frágil na altura e queria recordá-los vivos, ou não sei......não me quero enganar a mim própria, também gostava muito deles,mas...
Deste avô eu tive que ir,porque é uma referência muito grande de bondade e humildade , ensinou-me só com as suas atitudes a ser uma pessoa que passa por esta vida para desejar o bem do próximo, era muito religioso e estava sempre a desejar tudo de bom às pessoas, nunca da sua boca ouvi uma asneira ou um praguejo, muito calmo, até mesmo numa cama de um lar sem poder ver devido à sua cegueira irreversível, sem já ouvir muito bem, um dia agarrou-me nas mãos e apertou-as como se o mundo acabasse se ele mas soltasse , desejou-me saúde e para ir com jesus, que jesus nos desse a todos muitos anos de vida. Quando os idosos já estão nesta fase avançada pedem para Deus as levar, o meu avô era ao contrário.
Jamais esquecerei o meu avô.

A ti avô, desejo que descanses em paz, que eu fico com a tua lembrança e a eterna saudade.
Um dia nos encontraremos.

26 comentários:

Mlee disse...

Um beijo grande e guarda-o aí, no teu coração, que lembranças dessas são boas de acarinhar.

Blue Angel disse...

Eu tive a sorte de ter os meus avós vivos (á excepção da minha avó materna que morreu numa queda numa escada em casa, quando vinha ver porque eu estava a chorar, tinha eu 2 anos).
Sempre brinquei muito com eles e era a única neta que lá ia dormir para casa deles, ia á ordenha com a minha avó, descascar milho com ambos... muitas coisas boas e o ano passado perdi os meus dois avós com diferença e 10 meses. Fiquei a bater mal... sentia que algo tinha abalado os mes alicerces...
Chorei ao ler o teu texto... admiravas tanto o teu avô com eu os meus.

Beijo

Nivea

Carlos Rangel disse...

:s Os meus sinceros pêsames... Sei bem o que estás a sentir. Nos últimos anos também desapareceram pessoas muito importantes na minha vida e cheguei à conclusão que não sei lidar com a Morte. Por mais que nos habituemos à ideia... custa sempre!

Um beijinho muito grande para ti.

As Sombras de Fim do Dia disse...

Nada posso dizer que alivie a dor, perdi o meu o ano passado, com diferença de meses da minha avó, sua esposa.

Guarda as lembranças num envelope de saudades, e sempre que quiseres, recorda tudo de bom que ele, teu avô, te deu.

mil beijinhos

Ana disse...

Eu não conheci nem os avós paternos nem os maternos e ao ouvir-te falar dessa forma do teu avô sinto que me privaram de algo à nascença. Guarda esses momentos. São únicos. São teus.
Um beijo...

Andreia do Flautim disse...

Os meus sentimentos.

P.S: Obrigada pela visita, volta sempre!

Filipe Rodrigues disse...

Para o teu Avô:
Solene Eternidade

Para Ti:
Se acreditas no Divino, sorri porque o teu Avô está contigo e já te consegue ver e ouvir!
;)

Oxyder disse...

perdeste um avô ganhaste um anjo da guarda...

bjo

Água Ardente H2Oh! disse...

Oi Alfa, meus sentimentos pelo seu avozinho! Sabe bem nestas horas que a morte é apenas uma transformação...e ficarmos com as saudades e as boas lembranças dessa convivencia... Beijinhos linda.

@me@@@ disse...

bonito post, muito sentido, muito sincero...

O Pinoka disse...

Também acredito no reencontro mais tarde com aqueles que nos deixam.
Talvez seja uma forma de nos ajudarmos a nós mesmos a ultrapassar as fazes mais difíceis do sentimento de perda. Seja como for também acredito.
Quero apenas dar-te um grande beijinho e desejar-te muita força neste momento.

Bjs

Sorrisos em Alta disse...

Esteja onde estiver, que esteja com um sorriso.
E para ti... força! (dias depois do acontecimento é que costuma vir o "baque!"

Thunder disse...

Estes momentos custam sempre e não há palavras para acalmar o nosso coração.

Digo só que guardes as boas recordações e acredita que um dia o encontrarás!

Muitos beijos.

Maria Anjos Varanda disse...

Infelizmente sei a dor que sentes...resta-nos a lembrança nos nossos corações....e essas são eternas.

Um beijo

perola&granito disse...

que esse dia demore muitos anos, um beijo

Cruztáceo disse...

beijitu

Miguel disse...

Um grande beijo e os meus sentimentos.

Apesar de tudo fico feliz, não pela morte do teu avô como é óbvio, mas por ter sido uma pessoa boa e que te marcou positivamente.

E ficares com boa memória dele deveria ser um dos seus desejos.

Miguel

Karocha disse...

Eu como não tenho família só senti essa dor com o Senhor meu sogro e enorme avô.

1 grande abraço e beijo para ti Alfabeta.

Karocha

bjecas disse...

Jinho miúda!

As Sombras de Fim do Dia disse...

um beijinho

marco disse...

as minhas condolencias....força para regressares por aqui!

força beijinho

Márcio disse...

... porque toda a gente já disse o que se deve dizer nestas alturas, e ainda p'ra mais, olhando para ti como alguém que não conheço e não conheço a verdadeira dor de sentimentos que deves estar a sentir... nada mais sei dizer. Os meus sentimentos, e força! Afinal a vida é para a frente... (e para ela chegar onde chegou, é porque poucas vezes olhou para trás) Sê como ela...

Pedro Arunca disse...

Os avós são um elo importante nesta coisa que nos liga aos afectos, às memórias e ao Mundo. Recordo-me bem dos meus.
A minha avó paterna marcou-me na vida e após a sua morte. Tem, há muito, um lugar cativo e vitalício no meu coração. Um sentimento forte de protecção sempre me acompanhou e valeu em momentos difíceis. Essa consciência cresceu comigo. Sabendo o que sinto, posso dizer que a sua recordação é a melhor homenagem que lhe presto.

Solidário, partilho esse sentimentos.

PA

Peregrina disse...

Sei que o teu avô se encontra agora junto de Jesus e do seu Pai, num sítio bem melhor :)

E gosto muito da forma como encaras tudo isso. Lembra-o sempre, pois ele ficará sempre no teu coração*

Um beijinho*

alfabeta disse...

Obrigado a todos pelas vossas palavras.

lilipat2008 disse...

Só agora vi o que se passou...é sempre difícil perder alguém de quem se gosta, mas não te preocupes que ele estará lá em cima a olhar por ti...
Eu já não tenho avós...os maternos nem sequer os conheci e os paternos já morreram...mas lembro-me deles muita vez...
Fica bem, dentro do possível...:)

bjitos e muita força...